Skip to main content

ORIGEM E HISTÓRIA

A árvore de manga (Mangifera indica L.) é da mesma família (Anacardiaceae) do caju, do pistácio e, curiosamente, da hera venenosa. Esta é uma família numerosa com 73 géneros e cerca de 600 a 700 espécies. Nativa da Ásia, pensa-se que a origem mais precisa seja na região do nordeste Indiano e Birmânia, tendo-se espalhado pelo sudeste Asiático e Malásia há mais de 1500 anos. Chegou ao continente africano há cerca de 1000 anos e foi trazida para a Europa pelos portugueses e, um pouco mais tarde, pelos ingleses. Como tantos outros frutos, a manga foi levada para as Américas pelos colonizadores. Chegou ao Brasil no século XVII e à Flórida no final do século XIX.

Os comerciantes portugueses e espanhóis levaram mangas da Índia para a África Oriental, Filipinas e México, seguindo daqui para o Havai. Na Flórida, a produção cresceu muito durante o século XX, mas, no final do século, a urbanização, congelamentos e furacões reduziram o cultivo de 7000 para 2500 hectares. Em 1992, o furacão Andrew reduziu a área de produção da Flórida para 1000 a 1500 hectares, mantendo-se nestes valores até hoje. Apesar da pequena escala, a indústria da Flórida tem sido extremamente valiosa para o cultivo de manga em todo o mundo, devido à investigação que realiza e ao desenvolvimento de cultivares.

COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL

Do ponto de vista nutricional, a manga é rica em vitamina A e C, folatos e muitos antioxidantes.

               Info para 100mg                                 

Energia  59kcal
Água  83,5g
Proteína 0,5g
Gordura Total 0,3g
Hidratos de Carbono Totais 11,7g
Fibra Alimentar 2,9g

 

FRUTAS DO POMAR

Do sabor ao saber há mais frutas por provar e conhecer.

Cookies

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para identificar o seu dispositivo de acesso, o que é útil para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies.

Back to top