Skip to main content

ORIGEM E HISTÓRIA

O ananás é membro da família Bromeliaceae, uma família numerosa e diversificada, com cerca de 2000 espécies. É, no entanto, o único fruto desta família a ser cultivado com objetivos comerciais. O ananás é nativo de florestas secas ou regiões de vegetação de esfoliação espinhosa da América do Sul, embora a sua origem exata seja discutível. Fontes mais antigas colocaram a origem deste fruto no sul do Brasil e no Paraguai, mas um estudo mais recente sugere que pode ter surgido no norte do Brasil, Colômbia ou Venezuela. Em parte, esta confusão deve-se à diversidade de tipos de ananás cultivados por índios em toda a América Tropical, antes da chegada de Colombo.

Os índios caribenhos levaram-no para Guadalupe, de onde foi trazido por Colombo, em 1493, para a Europa. Daqui o ananás foi distribuído para as Ilhas do Pacífico, Índia e África pelos espanhóis e exploradores portugueses nos séculos XVI e XVII. A primeira plantação comercial foi estabelecida em Oahu, em 1885, e o Havai foi o maior produtor do mundo até a década de 1960. Nesta altura, a urbanização e a escassez de trabalho forçaram a produção a deslocar-se particularmente para as Filipinas. A indústria havaiana continuou o seu lento declínio na última década do século XX, produzindo atualmente apenas 2% do ananás mundial.

COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL

Além do excelente aroma e sabor, do ponto de vista nutricional, o ananás é fonte de vitamina C.

               Info para 100mg                                 

Energia  48kcal
Água  87,6g
Proteína 0,5g
Gordura Total 0,2g
Hidratos de Carbono Totais 9,5g
Fibra Alimentar 1,2g

 

FRUTAS DO POMAR

Do sabor ao saber há mais frutas por provar e conhecer.

Cookies

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para identificar o seu dispositivo de acesso, o que é útil para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies.

Back to top