Skip to main content

Nas prateleiras do supermercado, habituámos-nos a encontrar ao longo de todo o ano todo o tipo de fruta e vegetais. Mas sabia que os morangos são uma fruta de verão? E que a alperce deve começar a ser colhida em maio? E ainda que o dióspiro é um fruto do tempo mais frio? A isto chama-se sazonalidade.

Os alimentos sazonais são aqueles que são produzidos na sua época própria. Enquanto consumidor, respeitar o calendário de frutas e legumes da época e adaptar a sua alimentação à estação do ano pode ter vários benefícios para a saúde, para o planeta e para a carteira. Outro critério importante que deve ter no momento da compra é o local onde foram produzidos esses hortofrutícolas. Quanto mais próximo de si, melhor.

Vantagens de comer alimentos da época e locais
As frutas e legumes sazonais são habitualmente mais frescos, ricos em sabor e nutritivos quando comparados aos mesmos alimentos produzidos fora de época. A explicação é simples: como estes vegetais são muitas vezes produzidos por produtores locais, não percorrem distâncias tão longas desde o momento em que são colhidos até virem parar ao nosso prato. Resultado? São mais frescos. 

A Almeirim, cidade do Ribatejo, em 2020 chegou 92.5% de fruta de origem portuguesa para transformação e a partir da qual produzimos os nossos sumos e néctares.

Além disso, os vegetais produzidos localmente tendem a amadurecer naturalmente na sua planta e são colhidos apenas quando já estão no ponto, o que os torna mais ricos em sabor. Já as frutas e legumes que não são locais ou da época, tendem a ser apanhados mais verdes, para que não se estraguem no tempo que levam a chegar até ao consumidor. E mais: algumas investigações sugerem ainda que as frutas e legumes são mais ricos em nutrientes quando amadurecem antes de serem colhidos.

Investigadores da Montclair State University compararam o teor de vitamina C de brócolos da época com o mesmo legume produzido fora de época. A conclusão foi de que os brócolos sazonais tinham quase o dobro da vitamina C. A cereja no topo do bolo é mesmo o preço: os alimentos da época tendem a ser mais económicos, ainda mais se forem provenientes de produtores locais.
                       

Alimentação sustentável

A alimentação é um dos setores que maior impacto pode ter nas alterações climáticas. Por isso, se quer ter um estilo de vida mais amigo do ambiente, comprar local e sazonal deve fazer parte dos seus critérios de consumidor. Uma vez que os alimentos locais percorrem menos quilómetros até chegarem até si, traduzem-se em menores emissões de dióxido de carbono, um gás com efeito de estufa, e consequentemente num planeta mais saudável.

Comércio local é conhecer a sua comida
As pessoas têm cada vez mais interesse em saber a origem dos alimentos que colocam à mesa e isso é bom. Uma ida ao mercado pode servir muito mais do que para simplesmente satisfazer a necessidade de repor a despensa lá de casa. Aproveite esta relação mais próxima entre o consumidor e o produtor, e transforme-a numa oportunidade para saber mais sobre os alimentos que vai comprar, como, por exemplo, os métodos de produção adotados.

Nos pomares da Compal, há uma relação muito próxima com os produtores - por exemplo, da Pera Rocha do Oeste, do Tomate do Ribatejo ou do Pêssego da Cova da Beira - e isso reflete-se na qualidade da matéria prima que vai dar origem aos produtos finais: os sumos e néctares que fazem parte das nossas refeições há várias décadas.

Fontes:
https://www.seasonalfoodguide.org/why-eat-seasonally
https://foodrevolution.org/blog/why-buy-local-food/
https://nutrimento.pt/noticias/saiba-quais-as-frutas-e-horticolas-desta-epoca/
https://www.bbc.co.uk/bitesize/topics/zjr8mp3/articles/zb23p4j
https://www.compal.pt/sustentabilidade/
https://www.deco.proteste.pt/alimentacao/produtos-alimentares/dicas/calendario-de-fruta-e-legumes-na-epoca-ideal
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17852499/

Cookies

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para identificar o seu dispositivo de acesso, o que é útil para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies.

Back to top