Skip to main content

Sabe o que é a stevia?
Os primeiros relatos da planta stevia remontam ao século XVI, mas para muitos este adoçante natural é ainda desconhecido. Venha descobri-lo!

A Stevia Rebaudiana é uma planta nativa da América do Sul também conhecida como folha doce ou folha de açúcar. Cresce sobretudo em zonas de elevada altitude e solos mais arenosos. Os primeiros relatos desta planta remontam ao século XVI e aos índios Guarani, mas terá sido apenas mais tarde que o seu papel edulcorante foi reconhecido.
A stevia não contém calorias e, por isso, pode ser uma boa aliada num estilo de vida mais saudável, apresentando inúmeras vantagens, seja na perda de peso, na prevenção de doenças cardíacas e da diabetes tipo 2.

Este adoçante natural pode ser utilizado no café, no chá, em sumos, em iogurtes ou até mesmo em bolos - no entanto, esta utilização pode conferir um sabor pouco usual aos seus bolos, semelhante a alcaçuz. Deve ter em conta, também, que a stevia é cerca de 300 vezes mais doce que o açúcar, por isso a quantidade necessária é muito inferior.

A gama Compal Vital, composta por sabores como Manga/Laranja, Frutos Vermelhos, Ananás/Coco, Laranja/Cenoura/Manga, Damasco/Maracujá, Laranja/Maracujá e Manga/Maracujá, é adoçada apenas com extrato de stevia e, por isso, particularmente baixa em calorias.



Porque devemos diminuir o consumo de açúcar?
O consumo excessivo de açúcar é um dos grandes causadores de problemas dentários e de obesidade, aumentando consequentemente o risco de doenças cardiovasculares.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o total diário de açúcar adicionado aos alimentos não deveria ultrapassar as seis colheres de chá de açúcar. No entanto, e também de acordo com a OMS, em Portugal este consumo é muito superior: as crianças portuguesas, por exemplo, ingerem diariamente cerca de cinco vezes mais do que deveriam ingerir de açúcar.

Truques simples para reduzir o consumo de açúcar
Antes de mais, deve ter em conta que o açúcar que ingerimos não se limita ao açúcar que adicionamos ao que comemos. Os próprios alimentos já possuem açúcares naturais e devemos ter isto em conta, quando procuramos contabilizar o açúcar que ingerimos diariamente.

Um primeiro passo óbvio para a redução do açúcar é naturalmente a redução do consumo de doces: troque as sobremesas pesadas e carregadas de açúcar por fruta fresca aumentando assim o consumo de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Se não resiste, de todo, a um doce, é possível optar por uma versão mais equilbrada. Como? Através de trocas saudáveis, que permitem não abdicar do gosto por doces, sem, no entanto, estar a sobrecarregar o seu organismo com açúcares processados.

Substitutos do açúcar
Além da já referida stevia, existem muitos outros substitutos que pode incluir na sua dieta, com os quais conseguirá saciar o desejo por doce, como por exemplo:
- Mel
- Xarope de ácer
- Tâmaras
- Açúcar de coco
- Geleia de agave

Cookies

Este site utiliza cookies para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização do mesmo. Os cookies servem, por exemplo, para identificar o seu dispositivo de acesso, o que é útil para garantir acesso a todas as áreas do site ou para assegurar algumas funcionalidades em particular. Ao navegar neste site está a consentir a utilização de cookies.

Back to top